sábado, 26 de abril de 2014

A ERA DE ULTRON! NA MARVEL IMPERA O CAOS!



DEU A LOUCA NOS GRANDES
EDITORES AMERICANOS?

No passado, o universo dos personagens da DC Comics chegou a dar um nó na cabeça de seus antigos leitores que curtiam as séries de HQs de super-heróis. Ninguém conseguia entender mais nada, tamanha era a confusão. Tanto, que eles tiveram que zerar tudo, devido a bagunça que diversos roteiristas “geniais” criaram.
O pior é que quanto mais eles tentavam consertar as coisas, mais complicado ficava entender o universo de tradicionais heróis daquela relevante casa editorial.



A ERA ULTRON
FEZ O UNIVERSO MARVEL,
TAMBÉM, VIRAR NO AVÊSSO!

Desta feita, foi a vez da Marvel bagunçar o universo de seus próprios personagens, quando lançou uma das HQs mais polêmicas entre os fãs de super-seres. A série A Era de Ultron foi lançada o ano passado na América – causando polêmica -, e também já foi lançada no Brasil, pela Panini.



Tanto na América quanto no Brasil esta nova série deixou irado aqueles que apreciam aventuras de super-heróis, pois deixou o universo Marvel ainda mais confuso e complicado.
Nos dez volumes desta nova série, os roteiros exploram viagens no tempo, que acabam mexendo com marcos históricos de dezenas de personagens criados por esta tradicional casa editorial, uma das gigantes dos quadrinhos.



ULTRON NO BRASIL

A primeira edição publicada no país teve o roteiro de Brian Michael Bendis e desenhos de Bryan Hitch, foi lançada pela poderosa Panini por R$ 7,20. A história começa situada numa Nova Iorque totalmente destruída com o Gavião Arqueiro resgatando o Incrível Homem Aranha – ambos são os únicos sobreviventes. Neste roteiro inicial, a maior parte dos heróis morreram e aqueles que restaram estavam de mãos atadas, sem saber o que fazer. Afinal, o cenário é apocalíptico, de fim de mundo. A ameaça desta feita chamava-se Ultron, um robô dotado de inteligência artificial criado por Hank Pim – o velho Homem Formiga – e que, ao que parece perdeu o controle sobre sua criação – clichê inspirado em Dr. Frankstein .

A nova série publicada pela Panini, reuniu na edição de estréia os dois primeiros volumes da saga, que apesar do título, não tem nada a ver com a sequência do filme Os Vingadores, que também foi batizada como A Era de Ultron.
Qualquer leitor e fã dos super-heróis Marvel, na certa, vai ficar mais perdido do que cego me tiroteio para entender mais esta bagunça no mundo dos quadrinhos, agora da Marvel.
Num momento em que editores de livros, jornais e revistas, de todo o mundo, estão sofrendo com baixas vendas os roteiristas dos quadrinhos americanos parecem ter endoidado de vez, tornando tudo ainda mais confuso.

Há quem diga que isso não passa de desespero de causa, e que na esperança de atrair novos leitores e boas vendas os editores gringos resolveram “dar tiros para tudo quanto é lugar”. Mas, confundindo os poucos fiéis leitores que ainda restaram?
Desse jeito, vão acabar perdendo os velhos leitores, sem conquistar novos. Isto pode piorar as coisas ainda mais, afirmaram alguns críticos de HQs.

Só nos resta esperar para ver onde eles – editores e roteiristas - vão chegar e até quando os leitores, que restam, vão suportar esta verdadeira miscelânia do universo de nossos queridos, bons e velhos personagens. Quem viver verá.

POR: Tony Fernandes\Estúdios Pégasus\Divulgação –
Uma Divisão de Arte e Criação da Pégasus Publicações Ltda – São Paulo – SP – Brasil.
Todos os Direitos Reservados.

OBS: As imagens contidas nesta matéria têm o cunho meramente ilustrativa e seus direitos pertencem aos seus autores ou representantes legais.